CREA-SP aceita faculdade EAD?

Depois de finalizar o ensino superior nas áreas de engenharia, uma dúvida que muitos estudantes tem é se o CREA aceita faculdade EAD assim como aceita diplomas de formados presencialmente.

Essa dúvida é muito comum entre estudantes, uma vez que após formado será necessário conseguir o registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia-CREA (do estado onde o recém-formado reside), pois sem esse registro não será permitido ao recém formado que atue na área.

Diferentemente de outros conselhos de classe, como por exemplo a OAB, que é necessário uma prova para exercer a profissão, no caso do CREA basta apresentar os documentos ao conselho regional.

De acordo com o site www.ead.com.br o diploma de Engenharia Civil EAD vale tanto quanto o do curso presencial para o CREA, desde que seja expedido por uma instituição reconhecida pelo MEC (apresentaremos algumas em outro tópico).

Nota de Repudio do CREA-MS aos cursos na modalidade Ensino a Distância (EaD)

No dia 18 de novembro de 2019 o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso do Sul (Crea-MS) se pronuncio a respeito das faculdade de ensino a distância (ead) ministrar cursos de engenharia.

Nesse pronunciamento emitiu uma nota de repúdio, se posicionando claramente contra a modalidade de Ensino a Distância (EaD) para os cursos de Engenharias, Agronomia e Geociências no estado de Mato Grosso do Sul.

O CREA-MS ainda ressalta que formação profissional demanda desenvolvimento de habilidades técnicas desde o início do processo de formação.

Salienta ainda que é de extrema importância o relacionamento interpessoal e técnico-cientifico pois ele implica no desenvolvimento de competências e habilidades necessárias à formação profissional, e que norteiam atividades práticas em laboratórios de diversos cenários, além de treinamento para a utilização de todos os métodos, técnicas, recursos e intervenções que envolvem as diversas áreas de atuação dos profissionais regidos pelo Sistema Confea/Crea, tão essenciais ao processo da promoção e desenvolvimento tecnológico de nossa nação.

Fontes